Gestores e coordenadores dos Núcleos Regionais de Educação (NRE) estão reunidos, em Salvador, para alinhamento e aperfeiçoamento das ações relacionadas ao programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação. Na abertura do evento, nesta quarta-feira (27), o secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto, destacou a importância do compromisso dos dirigentes dos NRE para o sucesso do programa lançado pelo Governo da Bahia. O encontro continua até sexta (29).

“Esta é uma reunião de trabalho, extremamente importante, para alinharmos as metas do Educar para Transformar para que cada um dos Núcleos Regionais de Educação possa cumprir os compromissos do programa em suas áreas de atuação, a partir das nossas escolas”, afirmou o secretário. O programa tem o foco na melhoria da educação por meio de uma rede de parcerias entre o Estado, municípios, educadores, estudantes, gestores, famílias, universidades, empresas e organizações sociais.

No primeiro dia do encontro, o secretário destacou que será anunciado, em junho, o processo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), que será utilizado para substituir os professores que prestam serviços temporários (PSTs) na rede estadual. “Estamos vivendo um momento importante na educação do País e da Bahia. O Plano Nacional de Educação foi aprovado no ano passado, os planos municipais e estaduais estão em processo de elaboração e, no nosso Estado, a educação tem hoje uma política estruturante, que a coloca como prioridade máxima do governo”.

O diretor do Núcleo Regional de Educação 25 (Senhor do Bonfim), Helder Amorim, ressaltou a importância do encontro de dirigentes, tendo como pauta Educar para Transformar – um Pacto pela Educação. “Esta reunião nos dará um direcionamento melhor para o trabalho da rede estadual”. Conforme Helder, o Pacto foi apresentado aos municípios que compõem o NRE 25 e já está sendo implantado na região, com a mobilização de todos, especialmente dos estudantes e suas famílias.

“Este diálogo direciona bastante o nosso trabalho. A nossa expectativa no NRE 3 [Seabra] é a melhor e, inclusive, por conta do Programa Educar para Transformar, temos um avanço significativo em relação ao acompanhamento nas escolas, à melhoria das relações interpessoais e à integração entre os coordenadores da rede física e da educação básica”, avaliou o coordenador do NRE 3, Giliardes dos Santos.