A dimensão territorial no planejamento da gestão pública é uma das ferramentas para o desenvolvimento sustentável. Esse será o viés da palestra a ser proferida no sábado (30), a partir das 9h, no Circo Picolino, por Marcelo Rocha, coordenador de Planejamento dos Territórios da Bahia, da Secretaria do Planejamento (Seplan). A atividade integra a extensa programação da “Ação Global de Mobilização contra as Mudanças Climáticas”, que prossegue até domingo (31).

A mobilização socioambiental acontecerá paralelamente em Salvador e em diversas cidades do planeta, fomentada por movimentos e organizações sociais. Na capital baiana, faz parte do comitê organizador o Colegiado Territorial do Território de Identidade Metropolitano, assessorado pelo agente de Desenvolvimento Territorial Ronaldo Rodrigues. A iniciativa tem o apoio da Diretoria de Planejamento Territorial (DPT) da Seplan. A ação global visa chamar a atenção e fazer com que as pessoas tornem-se conscientes dos riscos vitais do aquecimento global e compreendam a importância das questões climáticas em relação às exigências de justiça social, da transição ecológica e da solidariedade internacional.

Marcelo Rocha ressalta que a preocupação com o desenvolvimento sustentável permeia as ações da DPT. E afirma que a dimensão territorial é uma das ferramentas para o cumprimento dos compromissos que o governo e a sociedade têm com o meio ambiente e com as gerações futuras. “A abordagem territorial é intersetorial, dialógica, participativa, está de acordo com esta percepção da realidade e de que as soluções têm que ser sempre integradas com sociedade e governo atuando juntos para construir este outro mundo possível”, disse.

Programação

O evento, no sábado, acontecerá no Circo Picolino e será encerrado no Parque Metropolitano de Pituaçu. A ação global contará com diversas atividades, tais como palestras, oficinas, rodas de conversa, exibição do filme ‘A Lei da Água – Novo Código Florestal’, exposição de esculturas do Parque das Árvores Queimadas, apresentações culturais de circo com alunos do Picolino, poesia com o Coletivo Ágape, música com o Trio Piauí e Banda Bicho da Cana, ‘Caminhada do Circo ao Parque’ com animação do Grupo Folclórico Raízes, venda de livros dos “Catadores” do MNCR, além da Feira de Economia Solidária organizada pelo Cesol Mares e Sussuarana, com 20 empreendimentos vendendo arte e artesanato, e muito mais. No domingo, haverá exibição de filmes e muita reflexão sobre o ‘Nosso Futuro Comum’ na tenda do Picolino. Toda a programação é gratuita.