Conscientizar e sensibilizar a população para a apropriação de espaços culturais, como museus e o Passeio Público de Salvador, e desenvolver a consciência participativa pela preservação desses locais, evitando ações de depredação e vandalismo. Esse é um dos objetivos da campanha de mobilização cidadã “#MuseuEucurto, que será lançada nesta segunda-feira (18), no Museu de Arte da Bahia (MAB), às 14h, pelo Governo do Estado, via Secretaria de Cultura (Secult) e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), órgão que administra os museus estaduais.

Segundo o diretor-geral do Ipac, João Carlos de Oliveira, o evento marca a abertura da 13ª Semana de Museus na Bahia, evento internacional pelo Dia de Museus – 18 de maio – que, no Brasil, é coordenado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) do Ministério da Cultura (MinC). “Na Bahia, cerca de 70 museus estão participando da semana, entre públicos estaduais, municipais, federais e privados”. Detalhes da programação estão disponíveis no site Secult, no link ou na página.

O Ipac administra o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), Palacete das Artes, Centro Cultural Solar Ferrão, Museu de Arte da Bahia (MAB), Parque Histórico Castro Alves e Museu Convento dos Humildes, entre outros. A ideia é uma ação prolongada que dure todo o ano, aproximando sociedade e museus, com exposições, atividades educativas e performances artísticas que terão participação da Fundação Cultural do Estado (Funceb) a partir de julho, quando também serão entregues as obras emergenciais de urbanização do Passeio Público.

Evento

Criada pela Agência Objectiva, sob coordenação da Secretaria de Comunicação do Estado (Secom), a campanha tem participação de diversos profissionais, como diretor de arte, redatores, designers, jornalistas, executivos de mídia e produção, dentre as equipes da agência, da Secult e Ipac.É uma ação simultaneamente pontual e estratégia. Foram criadas 20 peças, algumas delas que já estão sendo veiculadas em rádios, jornais, mobiliário urbano, internet e redes sociais. Com a hastag #museucurto promove-se um potencial de mobilização viral, juntamente com a marca MuseuEUcurto.

Além do conteúdo cultural, os visitantes dos museus e participantes poderão ganhar uma camisa oficial da campanha por meio de um QR Code com dispositivo de check-in. A cada três check-ins em museus diferentes da cidade, a pessoa terá direito a uma camisa da campanha. A hashtag#museucurto, que tem quatro segmentos, sendo eles história, cultura, arte e arquitetura.

A equipe da Objectiva contou com direção de arte de Caio Oliveira, redação de Mario Garcia, direção de criação de Faustão, atendimento com Isadora Vieira e Olivia Berni, mídia Demis Acasan e Kátia Nascimento, produção Glaucea Silva e assistência de Paulo Pinto, arte-final em estúdio de Arnoldo Miranda e coordenador de estúdio Roberto Cordeiro. Mais informações sobre a campanha também estão disponíveis s mesmos site e links e no Facebook Museus da Bahia.