O Balé Teatro Castro Alves (BTCA) volta a cartaz com o projeto ‘Pílulas Dançadas’, em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), realizando apresentações gratuitas, este mês, para comunidades de três bairros de Salvador – Itapuã, Cajazeiras e São João do Cabrito. A primeiro será nesta nesta quarta-feira (13), na Casa da Música, no Abaeté, em Itapuã, para a Associação de Moradores e Amigos do Soronha.

No próximo dia 21, a companhia se apresenta na Comunidade Jardim Mangabeiras Setor C, em Cajazeiras, para a Associação de Mulheres Oito de Março. No dia 28, na Rua Nova Esperança, 01, em São João do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, para a Sociedade Primeiro de Maio de Novos Alagados. As apresentações acontecem sempre às 15h.

Coordenado pelas bailarinas Mônica Nascimento, Adriana Bamberg e Solange Lucatelli, ‘Pílulas Dançadas’ reúne células coreográficas (solos e duos, por exemplo) desenvolvidas especialmente para o BTCA pela bailarina e coreógrafa mineira Morena Nascimento, que integra a renomada companhia Tanztheater Wuppertal, fundada pela alemã Pina Bausch (1940-2009).

O projeto tem como proposta ocupar e humanizar, por meio da arte, espaços de uso comum, como rampas de acesso, corredores, recepções, ambulatórios, pátios e outros ambientes em instituições diversas, a exemplo de centros comunitários, centros de saúde, casas de apoio a idosos e orfanatos, entre outros. O BTCA é uma companhia baiana de dança contemporânea mantida pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio da Fundação Cultural (Funceb) e do TCA.