Um convênio entre o governo estadual, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e a Associação Territorial de Agroecologia dos Povos da Cabruca e da Mata Atlântica, viabilizará a implantação de uma unidade de produção e difusão de sementes crioulas/nativas, beneficiando 100 famílias no Território Litoral Sul da Bahia.

O acordo de cooperação técnica e financeira será assinado, nesta quarta-feira (13), durante o seminário ‘Agroecologia e Desenvolvimento Rural: Construindo uma Política Pública na Bahia’, que acontece das 9 às 17h, na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Estará presente o filósofo, teólogo, defensor da causa dos Direitos Humanos e ativista em Agroecologia, Leonardo Boff.

A realização do evento é uma iniciativa da Articulação de Agroecologia na Bahia (AABA), em parceria com as secretarias estaduais de Desenvolvimento Rural (SDR), da Educação e do Meio Ambiente (Sema). A conferência de abertura será feita por Leonardo Boff, que foi professor de Teologia e Espiritualidade, em importantes universidades brasileiras e europeias, atuando como escritor de mais de 60 livros nas áreas de Teologia, Ecologia, Espiritualidade, Filosofia, Antropologia e Mística.

O filósofo é um dos conferencistas mais procurados do País e tem se destacado nas reflexões sobre como a espécie humana vem se relacionando com o planeta terra, organizando suas observações a partir do que denomina de ecologia ambiental, social, mental e integral.

A SDR, em parceria com movimentos sociais e a Aaba, participa do seminário para abordar, principalmente, assuntos voltados à construção de uma política estadual de agroecologia e produção de alimentos saudáveis, com preços justos para agricultores familiares, contribuindo para a autonomia de mulheres e jovens.