A comédia ‘Medida por Medida’, nova montagem do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), grupo vencedor da edição 2014 do edital TCA.Núcleo, encerra esta semana sua temporada no Campo Grande, com apresentações gratuitas de quarta (17) a domingo (21), às 18h. A peça conta com direção de Romualdo Lisboa, diretor da companhia, e é inspirada livremente na obra homônima de William Shakespeare (1564-1616). A temporada do novo espetáculo do TPI marca o encerramento do projeto ‘Shakespeare – Teatro Popular em Construção’, vencedor do TCA.Núcleo 2014, edital realizado pelo Teatro Castro Alves com apoio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-Ba).

Baseado em texto de Shakespeare, escrito entre 1603 e 1604, com tradução de Fernando Yamamoto (diretor da companhia potiguar Clowns de Shakespeare), a montagem tem a dramaturgia construída a partir de uma parceria entre Yamamoto e Romualdo Lisboa, diretor do TPI. “A obra shakespeariana aponta caminhos pedagógicos sobre o ciclo de vida do indivíduo, seus valores envolvidos, seus aspectos sociológicos, no sentido de sinalizar como o ser humano pode dialogar com o espaço natural e social que o circunda”, explica Romualdo. A comédia encenada pelo grupo ilheense permanece atual por abordar temas como o poder, a corrupção e os dilemas éticos e morais da vida pública e privada.

Edital TCA.Núcleo

O grupo ilheense foi o primeiro colocado na 20ª edição do Edital TCA.Núcleo, numa seleção organizada pelo TCA em conjunto com a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). Com o projeto ‘Shakespeare – Teatro Popular em Construção’, a companhia realizou, entre agosto e dezembro deste ano, uma ocupação artística no Complexo TCA e promoveu um intercâmbio com o grupo Clowns de Shakespeare, do Rio Grande do Norte. A programação contou com apresentações de espetáculos, seminários, oficinas, além da estreia da nova montagem ‘Medida Por Medida’. Em 2013, outro grupo artístico do interior do estado, o Núcleo Afro-Brasileiro de Teatro de Alagoinhas (NATA), dirigido por Fernanda Júlia, também venceu o edital, com o projeto ‘Exu Sile Oná’, o que resultou num intercâmbio com a Cia do Miolo, de São Paulo, iniciando uma estratégia de ocupações e intervenções artísticas realizadas no Teatro Castro Alves.