Sucesso no ano passado, as Clínicas e Jogos de Esporte Adaptado serão retomadas no estado a partir desta quinta-feira (24), no município de Vitória da Conquista, no sudoeste, envolvendo profissionais de educação física, técnicos, voluntários e estudantes que atuam com pessoas com deficiência. A ação oferece gratuitamente conteúdos teóricos e práticos de modalidades que podem ser praticadas pelo segmento.

Uma mesa redonda, com o tema ‘Políticas Públicas para o Esporte’, abre o evento, às 19h, no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre) da cidade. As inscrições para Conquista ainda estão abertas e podem ser realizadas pelo e-mail: fbdp01@gmail.com.

Nesta sexta-feira e sábado (25 e 26), profissionais de educação física vão abordar, entre aulas teóricas e práticas, os conceitos e fundamentos do futsal e do handebol. As demais modalidades – futebol de cinco, natação, atletismo e ginástica rítmica – serão discutidas nos outros municípios.

A ideia é capacitar, até junho, 300 pessoas. Eunápolis, Jacobina, Jaguarari e Ubaíra também receberão o projeto, que é organizado pela Federação Baiana de Desporto de Participação (FBDPAR), com o apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb).

Segundo o presidente da FBDPAR, Audival de Sena Junior, o intuito é promover a inclusão de pessoas com deficiência na área esportiva e incentivá-las a participar de competições nacionais e internacionais. Além das aulas, ocorrerá uma competição de atletismo em Simões Filho, ainda este mês, um campeonato de futebol de areia e um festival de dança em Salvador, maio próximo.

Dança 

“A competição terá provas regulares e adaptadas. As primeiras serão corrida, salto em distância, arremesso de peso. Das adaptadas teremos salto em distância parado e arremesso de pelota. No futebol de praia vamos contar com pelo menos oito instituições de Salvador, Camaçari, Simões Filho e Alagoinhas. O festival de dança é uma ideia que as instituições parceiras sempre pedem e que este ano resolvemos acatar”, explica o Junior.

Em 2013, as clínicas passaram pelas cidades de Salvador, Alagoinhas, Jacobina, Jequié, Guanambi, São Francisco do Conde, Riachão do Jacuípe, Itabuna e Teixeira de Freitas. Ao todo, 650 pessoas foram capacitadas, número bem superior ao esperado, que era de aproximadamente. Mais informações estão disponíveis na internet ou podem ser obtidas pelo telefone (71) 9185-2942.