“Acho que é uma grande sorte da seleção suíça poder jogar na Bahia”. Esta é a opinião do embaixador da Suíça no Brasil, André Regli, que visitou as estruturas da Arena Fonte Nova na tarde de quinta-feira (20) e chegou a esta conclusão após aprovar os equipamentos disponíveis na Bahia. O embaixador ficou satisfeito com o que viu e diz estar confiante com estadia da seleção suíça no estado.

“Fiquei encantado com o que vi. Achei a Arena Fonte Nova um excelente estádio, belíssimo e confortável. Visitei também Porto Seguro e tenho certeza que os jogadores estarão bem instalados durante a competição”, declarou.

O embaixador liderou uma comitiva composta também pela consulesa da Suíça no Rio de Janeiro, Fabienne Chappuis, e pelo cônsul honorário da Suíça na Bahia, Daniel Kunz.

Para o secretário estadual para Assuntos da Copa do Mundo, Ney Campello, a satisfação do grupo é um reconhecimento ao esforço que vem sendo realizado pela Secopa, em parceria com as prefeituras de Porto Seguro e de Santa Cruz Cabrália e com o Convection Bureau.

Destaque

“Estamos felizes com a impressão registrada de que o embaixador e os cônsules aprovaram a escolha feita pela delegação de futebol pela Bahia como sede para seu Centro de Treinamento. Isso dá destaque à Bahia como estado nordestino que mais ganhará benefícios através de suas unidades de treinamento”, avalia Campello.

A visita ao estado tem duração de três dias. Hoje, além de visitarem a Arena Fonte Nova, o grupo compareceu à sede da Secopa, onde, em reunião com o secretário Ney Campello, o chefe de Gabinete Jorge Wilton e o coordenador de Relações Internacionais e Esportivas do órgão, Marco Costa, debateu sobre as ações e projetos que visam garantir a adequada estadia da seleção e torcedores da Suíça no estado.

Na quarta-feira (19) o grupo conheceu as estruturas do Estádio Municipal de Porto Seguro e do Hotel LaTorre, unidades que compõem o Centro de Treinamento de Seleção (CTS) escolhido pela delegação da Suíça como sua base oficial no período da Copa do Mundo da FIFA 2014.

A seleção da Suíça joga em Salvador no dia 20 de junho, às 16h, quando enfrenta a França pela primeira fase de jogos do Mundial.

“Tenho muita confiança em nossa equipe. Nosso time está entrosado, é liderado por um técnico talentoso e apresenta uma adequada mistura entre craques mais jovens e os mais experientes. Queremos fazer uma boa competição, mas até aceitamos perder para a seleção brasileira, porque se isso acontecer é sinal de que chegamos à final e será uma alegria ser vice-campeã contra o Brasil, na Copa que será uma linda festa”, disse o embaixador".