Racionalização e otimização dos gastos com o funcionalismo e mais transparência para a sociedade. Este é o objetivo do Governo da Bahia, ao iniciar, através da Secretaria da Administração (Saeb), o Projeto RH Bahia. Será implantado o SAP, módulo HCM (Human Capital Management), em 65 empresas e órgãos públicos do estado. A medida dará mais agilidade a processos como folha de pagamento, benefícios, interação bancária, rotinas trabalhistas, saúde e segurança para os 273 mil servidores públicos, incluindo ativos, aposentados e pensionistas. A Bahia é pioneira no país neste tipo de iniciativa.

O evento de lançamento do RH Bahia ocorreu nesta segunda, 24, no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE). O projeto foi institucionalizado em dezembro 2012 por decreto governamental, será implantado pela Resource IT Solutions, vencedora da licitação. Durante o lançamento, técnicos da Companhia de Processamento de Dados da Bahia (Prodeb), parceira da Saeb neste empreendimento, e da Resource IT, expuseram o planejamento para implantação do HCM.

“Gestamos despesas de pessoal na ordem de R$ 15 bilhões por ano, mais de R$ 1 bilhão por mês. Até o momento, fazemos este trabalho com diversos sistemas de informação desenvolvidos internamente, mas que não se comunicam entre si. Com o novo software e os novos sistemas, unificaremos os processos e empreenderemos mais agilidade a todas as áreas de atuação da política de recursos humanos do Estado, incrementando ainda mais as ações de qualificação do gasto público”, explica o secretário da Administração Edelvino Góes.

O superintendente de Recursos Humanos da Saeb, Adriano Tambone, acrescenta que a ação possibilitará diminuição de erros de recebimento de pagamentos, mais segurança e confiabilidade, resultando em menos risco de fraudes para o Estado. Segundo ele, o software também facilitará o acompanhamento de forma mais sistemática da vida funcional do servidor, a exemplo de admissões, movimentações, promoções (carreiras), desenvolvimento, capacitação e processos de aposentadoria.

“Com o histórico atualizado do quadro de servidores, teremos conhecimento mais ampliado para decisões estratégicas, detectando habilidades e competências para a qualificação do funcionalismo e sua distribuição com mais eficiência nas diversas funções que prestam serviços à sociedade”, esclarece o superintendente, que complementa: “o estado investirá R$ 38,3 milhões ao longo de cinco anos para esta ação”.

Patrícia Quadros, que faz parte da equipe do Escritório de Projetos da Prodeb e é líder de projeto do RH Bahia, pontua que “a ferramenta foi aprovada no teste de conformidade e atendeu os requisitos definidos no Edital de licitação”. De acordo com ela, inicialmente serão envolvidos cerca de 21 profissionais da PRODEB para participarem do projeto.

Experiência de mercado

A SAP é a empresa responsável por 60% das transações no mundo. No Brasil, seus programas dão suporte a setores que correspondem a 65% do Produto Interno Bruto do país, com 3,5 mil clientes.