Produtos com prazo de validade excedido foram encontrados pelo Procon-BA, órgão da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) na Perini do bairro da Graça durante mais um dia da ‘Operação Delicatessen’, realizada na quarta-feira (26). Os fiscais solicitaram a retirada das mercadorias da área de venda.

A ação começou na semana passada, em Salvador, com o objetivo de apurar denúncias de consumidores sobre a comercialização de produtos impróprios, e prossegue nesta quinta (27). Alguns dos produtos na Perini estavam vencidos há quase um mês, como foi o caso dos potes de nozes e de castanhas identificados pelos fiscais.

Também foram encontrados alguns insetos no interior de embalagens expostas à venda. “O consumo destes produtos poderia causar danos à saúde e a segurança alimentar da população”, afirmou o superintendente do Procon-BA, Ricardo Maurício Freire Soares.

O estabelecimento responderá a processo administrativo, tendo prazo de 10 dias para apresentação de defesa junto ao órgão. Além da Perini, o Procon também realizou vistoria na Delicatessen Deli & Cia, também localizada no bairro da Graça.

Os fiscais verificaram se os produtos estavam com preço, se a rotulagem garantia o direito à informação, além de apurar política de troca e condições de armazenamento dos alimentos. Nenhuma irregularidade foi identificada.