Os micro e pequenos empreendedores do município de Jaguaripe, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), contam desde esta sexta-feira (14) com um posto do Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia), executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), em parceria com o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/BA) e prefeituras.

O programa beneficia empreendedores como a cabeleireira Renise Almeida e a baiana de acarajé Zenildes Pirajá. Renise, que atende a suas clientes em sua casa, pretende realizar um empréstimo para comprar mais produtos. “Esse é o primeiro passo. Futuramente quero montar o meu próprio salão”.

Zenildes, que há 25 anos vende acarajé na praça da cidade, quer realizar um empréstimo para estruturar o ponto de venda. “Meu desejo é encontrar um ponto fixo para ter melhores condições de atender a minha clientela”.

O CrediBahia tem o objetivo de financiar e capacitar gerencialmente empreendedores de micro e pequenos negócios, gerando ocupação e renda, por meio de uma estrutura alternativa de crédito. “O CrediBahia já está consolidado como uma política pública vigorosa, por que busca democratizar o acesso ao crédito do microempreendedor, para que ele tenha a possibilidade de ampliar o seu empreendimento”, salientou a chefe de gabinete da Setre, Olívia Santana, que representou o secretário Nilton Vasconcelos na solenidade.

Vida Melhor

Com a inauguração em Jaguaripe, o CrediBahia passa a contar com 166 unidades espalhadas pelo estado. De abril de 2002 a maio deste ano, o programa já liberou recursos da ordem de R$ 180 milhões. O CrediBahia faz parte do Programa Vida Melhor, que tem por finalidade promover a inclusão socioprodutiva dos baianos. Participaram ainda da solenidade o prefeito de Jaguaripe, Heráclito Arandas, e a gerente de Microfinanças da Desenbahia, Márcia Fonseca.