Para reduzir a mortalidade materna e incentivar o pré-natal, numa parceria entre a Base Comunitária de Segurança de Rio Sena e as Voluntárias Sociais da Bahia, dentro do programa Pacto pela Vida, foi realizado um encontro com 100 mulheres do bairro e região, nesta sexta-feira (14), na Associação Criança e Família. Elas participaram de uma palestra sobre a importância do teste do pezinho e pós-parto.

Segundo Clécia de Sena, grávida de nove meses, a ação chegou em boa hora. “Isso nos alerta para o cuidado que devemos ter com o bebê e sobre os benefícios com a amamentação”. Também participante do encontro, Aline Santos explicou que as mães de primeira viagem, “como eu, que careço de informações e de suporte, acabam ficando desanimadas com a própria realidade. Com este apoio, este cuidado é mais fácil”.

A diretora operacional das Voluntárias, Tânia Lessa, declarou que o projeto é voltado às gestantes em situação de vulnerabilidade social. “O Programa de Melhoria da Saúde Materna e Neonatal tem exatamente este foco de conscientizar, de educar, e o maior papel nosso é contribuir para a redução da morte materna. Esta é a terceira base em que fazemos este trabalho conjunto, mas buscamos articular com as comunidades através de órgãos e lideranças para chegar até estas mães e estimulá-las a fazer o pré-natal”. O encontro contou também com apresentação de dança e entrega de brindes e 100 enxovais.

Para o tenente Vicente Augusto dos Santos, responsável pela base, a ideia é trazer estes projetos para a comunidade. “Aproveitamos esta comunicação com as outras secretarias para realizar ações como a de hoje. Mantivemos contato com as Voluntárias e com os postos de saúde, que catalogaram todas as gestantes da região, sinalizando as que seriam contempladas com os enxovais, e convidamos os moradores”.