Para a instalação da Base Comunitária de Segurança no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), as polícias Civil e Militar estão realizando diversas operações na cidade, a fim de combater o tráfico de drogas e reduzir os índices de homicídios. Nesta sexta-feira (3), durante a Operação Itinga em Paz, foram presas nove pessoas acusadas por tráfico de drogas. No total, foram apreendidos 236 “dolões” de maconha, 167 trouxinhas de cocaína, dois revólveres e uma balança de precisão.

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, outras operações estão previstas em Lauro de Freitas até a inauguração da base comunitária de Itinga, que deve ocorrer ainda esse mês. “Haverá um reforço de policiamento em Itinga e no seu entorno até o funcionamento da base. Ao longo dos últimos meses, uma grande quantidade de drogas foi apreendida na região e faremos outras com o mesmo objetivo, reduzindo os crimes contra a vida nesta localidade”, afirmou.

Além da Base Comunitária de Segurança de Itinga, o programa Pacto pela Vida prevê mais 12 unidades para Salvador, Região Metropolitana e interior do estado. Em Salvador a instalação deve ocorrer no Bairro da Paz e Subúrbio Ferroviário. Na RMS, a próxima está prevista para município de Camaçari. As bases também serão instaladas nas cidades de Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista e Barreiras.

“A base comunitária já demonstrou que dá bons resultados. Os resultados são percebidos nos locais onde já funcionam estas unidades. Houve uma grande redução nos índices de ocorrências nestas localidades, principalmente nos de crimes contra a vida”, enfatizou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) já instalou a Base Comunitária de Segurança no Calabar, no Complexo do Nordeste de Amaralina, onde foram montadas três bases, e em Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário.