O Balcão de Justiça e Cidadania – BJC implantado em Ilhéus, através de um convênio de cooperação técnica entre o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia – TJ-BA e a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em parceria com o SAC, completou quatro meses de atividade. Neste período foram realizados 189 atendimentos, sendo a maioria na área do Direito de Família.

"O BJC vem cumprindo sua função de conciliar, principalmente nos casos de divórcio, reconhecimento de paternidade e pensão alimentícia, evitando o surgimento de novos processos judiciais litigiosos", avalia o professor Guilhardes de Jesus Junior, coordenador do Colegiado do Curso de Direito.

O projeto Balcão de Justiça e Cidadania foi criado em 2003, para ser um mecanismo de democratização de acesso à Justiça,oferecendo, nas unidades mediação e orientação jurídica, serviços inteiramente gratuitos à população. Os Balcões funcionam com a participação de estagiários do curso de Direito, sempre sob a supervisão de um advogado da instituição parceira ou do próprio Tribunal de Justiça.