Uma comissão formada pelos representantes da FIFA no Comitê Organizador Local da Copa (COL) visitou a Arena Fonte Nova, em Salvador, na tarde desta quarta-feira (11). Eles passaram no centro de visitação e viram o andamento da obra, que já tem 56% dos trabalhos concluídos.

De acordo com o diretor de Engenharia da Fonte Nova Participações, José Luiz Góes, a obra está sendo feita em regime acelerado, são 22 horas de trabalho por dia. “Estamos no pico da construção, com várias atividades sendo desenvolvidas simultaneamente. Em breve, a estrutura estará sendo concluída e entraremos numa curva decrescente até a conclusão.”

Atualmente, 2.900 operários trabalham na obra, finalizando a colocação de vigas, pilares, lajes e na montagem das arquibancadas. Também estão sendo feitas a fundação do prédio-garagem e as rampas de acessos laterais. A previsão é que a Arena Fonte Nova esteja pronta no fim deste ano.

Contagem regressiva 

O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, acompanhou a visita da comissão da FIFA, e saiu confiante com a participação da Bahia na Copa das Confederações, marcada para junho do ano que vem. “Tenho certeza que agora entramos numa contagem regressiva para o anúncio de que a Bahia vai sim sediar a Copa das Confederações. A cada dia que voltamos aqui vemos que a obra esta andando rápido, isto está a olhos vistos. As etapas seguem no cronograma da FIFA, e foi apresentado um plano que nos dá a segurança que no início do ano que vem as obras estarão concluídas.”

Vasconcelos também destacou a entrega dos documentos relativos aos campos de treinamentos. Um dos campos oficiais será Pituaçu, que inaugurou o primeiro sistema de energia solar em estádios na América Latina. “Isso com certeza influencia e dá um toque especial a nossa Copa.”