A Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT) se reúne, nestas quinta e sexta-feira (22 e 23), a partir das 8h30, no Bahiamar Hotel, Jardim de Alah, em Salvador. Dentre os assuntos da pauta da 2ª reunião ordinária, o relato do conflito na comunidade quilombola Rio dos Macacos, com apresentação das ações desenvolvidas pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

As secretarias estaduais que compõem a Comissão apresentarão os programas e ações dirigidos aos Povos e Comunidades Tradicionais constantes no Plano Plurianual – PPA (2012/2015).

Criada por Decreto Estadual, a comissão tem caráter deliberativo e é composta por 15 representantes do poder executivo e 15 da sociedade civil – comunidades remanescentes de quilombos, povos indígenas, povos de terreiros, marisqueiras/pescadores, comunidades de fundos e fechos de pasto, geraizeiros, povos ciganos e extrativistas.