Mais de 1.700 pessoas foram beneficiadas nesta sexta-feira (9) com a inauguração de mais um projeto habitacional do programa Minha Casa, Minha Vida. O Residencial Pirajá, no bairro Campinas de Pirajá, em Salvador, tornou realidade o sonho da casa própria de famílias que recebem até R$ 1,6 mil.

Foram entregues 340 apartamentos, todos com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, com investimento de R$ 15,62 milhões, recursos do governo federal com contrapartida do Governo do Estado. A cerimônia de entrega das novas moradias contou com a presença do governador Jaques Wagner e do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda.

A dona de casa Ednalva da Silva Dias, 35 anos, todo mês desembolsa R$ 300 para pagar o aluguel da casa onde mora há mais de cinco anos com seus dois filhos. Ao receber as chaves de seu apartamento, Ednalva ficou bastante feliz por saber que vai economizar R$ 227 mensalmente, já que pagará apenas R$ 73 a Caixa Econômica.  “Para quem pagava um aluguel de 300 reais, o valor cobrado pelo apartamento é quase de graça. Com esta economia posso comprar outras coisas para os meus filhos e até mesmo para o apartamento”, enfatizou.

Requisitos de qualidade 

O empreendimento atendeu a requisitos de qualidade interna e externa, como infraestrutura urbana (pavimentação, acesso, iluminação) e sanitária (atendimento da rede de água, drenagem e esgoto), área social e lazer com quiosques e área de recreação.

Segundo o presidente da Caixa, Jorge Hereda, desde 2009, a Bahia contratou 101.377 unidades habitacionais, sendo 65.115 na faixa de até três salários mínimos para municípios acima de 50 mil habitantes e regiões metropolitanas. A Bahia foi o primeiro estado a atingir, em oito meses de programa, a cota de 32 mil unidades habitacionais destinadas à faixa de renda de até três salários mínimos.

Em todo o estado, já foram inaugurados 23.366 novas unidades, sendo que há previsão de inauguração para mais 9.410 unidades neste ano. “Sempre é alegria entregar uma moradia com um custo acessível a famílias de até três salários mínimos. As famílias passam a criar seus filhos com mais dignidade, em um lugar mais organizado e que oferece uma boa infraestrutura”, afirmou o governador Jaques Wagner.

Publicada às 15h55
Atualizada às 18h40