Nesta quarta-feira (27), a partir de 10h30, no manguezal do Porto de Acupe, distrito de Santo Amaro da Purificação, a Bahia Pesca realiza o repovoamento de um milhão e quinhentos mil megalopas (caranguejos na segunda fase de desenvolvimento, medindo apenas meio centímetro). As megalopas são cultivadas no laboratório da empresa na fazenda Oruabo, no município.

A iniciativa faz parte do projeto PUÇA (Programa Integrado de Manejo e Gerenciamento do Caranguejo-uçá). Quarenta estudantes da 5ª série de uma escola de Salvador e 40 de uma escola de Santo Amaro acompanham o repovoamento e também visitam o laboratório da Bahia Pesca. Além dos alunos, representantes de vários segmentos da comunidade foram convidados para participar da iniciativa.

A tecnóloga em aquicultura, Eliane Hollunder, responsável pelo Laboratório de Reprodução de Caranguejo, explica que o objetivo é a defesa do meio ambiente. “Eles crescem, se tornam reprodutores, mantendo o ciclo e consequentemente o equilíbrio ambiental”.