Entre esta sexta-feira (7) e domingo (9), toda Bahia será influenciada por uma massa de ar quente e seco que deverá manter o céu com poucas nuvens e possibilidade de chuvas fracas, segundo o serviço de meteorologia do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá).

Essa mesma massa de ar deverá inibir a formação da nebulosidade, mantendo o céu parcialmente nublado a claro nas regiões do Recôncavo, Norte e Nordeste do Estado. Nessas regiões deverão ser registradas as temperaturas mais elevadas do fim de semana, com máximas previstas para chegar aos 33°C.

Para a cidade de Salvador e Região Metropolitana a previsão é de céu parcialmente nublado a claro com possibilidade de chuvas fracas e isoladas. As temperaturas na capital baiana deverão se manter elevadas, com máximas podendo chegar aos 32°C e mínimas de 20°C, devido à massa de ar quente e seco que atua em grande parte do Nordeste brasileiro.

tempo

Nas regiões Oeste, São Francisco, Chapada Diamantina, Sudoeste e Sul a previsão é de temperaturas mais amenas, com valores variando entre 20°C (mínimas) e 30°C (máximas). Nessas áreas o céu deverá permanecer parcialmente nublado com chuvas fracas. Mesmo assim, no final da tarde e início da noite, não se descarta a possibilidade de ocorrência de eventos isolados de chuvas moderadas, devido principalmente, ao calor e à umidade vinda da região Amazônica.

Grande parte das regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste do Brasil continua sob a influência dos elevados índices de umidade e das temperaturas do ar (típicas da estação de verão), mantendo o céu encoberto e chuvoso nessas áreas.

Maré
Entre esta sexta-feira (7) e domingo (9), a maré alta deverá atingir sua altura máxima em torno das 6h e das 18h, com valores variando entre 1,7 metros e 2,3 metros. Já a maré baixa deverá atingir seu mínimo em torno das 12h e das 24h, com valores variando de 0,3 metro a 0,6 metro. As ondas deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metros.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUVs)
Até domingo (9) a previsão dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUVs) é de que se manterão elevados, com valores variando entre 12 e 13. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), esses valores fazem parte da categoria de intensidade extrema. É sempre bom lembrar que durante a estação do verão (no Hemisfério Sul) os dias se tornam mais longos do que as noites e as temperaturas se mantêm em elevação, consequentemente, há um aumento na intensidade da radiação solar, elevando também os IUVs.

O aumento da nebulosidade (típico do verão) também é registrado em grande parte do Nordeste brasileiro, incluindo a Bahia. Mesmo assim, os IUVs podem assumir valores altos, o que requer cuidados quanto à exposição ao sol entre 10h e 16h, sendo necessário usar protetor solar, bonés, óculos escuros e roupas leves.