A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), por intermédio da Fundação Pedro Calmon, recebe até o dia 7 de fevereiro inscrições para formação de agentes de leitura, que atuarão em Salvador e mais 48 municípios baianos. A ação é desenvolvida em parceria com o Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura (MinC).

O edital disponibiliza 858 vagas – são 572 imediatas e 286 para cadastro reserva. A seleção é destinada a jovens, com idade entre 18 e 29 anos, que tenham ensino médio completo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h, na sede da Fundação Pedro Calmon, localizada na Avenida Sete de Setembro, nº 282, 7º andar, sala 709, Edifício Brasilgás, Centro, Salvador/Bahia (Caixa Postal nº 2505 e CEP: 40060-001) ou enviadas via Correios ou serviço similar de entrega, com Aviso de Recebimento (AR).

Cada agente de leitura fará capacitação de 196 horas/aulas e receberá um kit contendo 100 livros, mochila, uniforme, bicicleta, além de bolsa complementação de renda no valor mensal de R$ 350,00 durante um ano. Com dedicação de 25 horas semanais e atendendo 25 famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, os agentes irão desenvolver atividades como mediadores literários. Eles serão integrados às bibliotecas públicas municipais, escolares, Pontos de Leitura e Pontos de Cultura.

As bolsas destinam-se prioritariamente a pessoas que estejam enquadradas abaixo da linha de pobreza. O processo seletivo consistirá de análise documental de caráter eliminatório, prova escrita e oral de caráter eliminatório e classificatório, análise curricular e entrevista de caráter classificatório. Os agentes atuarão em localidades identificadas segundo critérios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), definido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), e de baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), estabelecido pelo Ministério da Educação.