Caminhadas, debates e oficinas marcam a programação especial elaborada para o Dia da Consciência Negra (sábado, 20) nas escolas da rede estadual de ensino. As atividades integram o projeto Novembro Negro, iniciativa organizada pela Secretaria de Promoção da Igualdade (Sepromi), que contempla uma série de atividades para debater sobre a ocupação dos espaços pelo negro na sociedade contemporânea. Os eventos envolvem estudantes, servidores e professores.

No sábado, cerca de 700 estudantes e professores da Escola Parque e das outras unidades de ensino que compõem o Centro Educacional Carneiro Ribeiro participam da Caminhada do Bem, a partir das 7h30, que terá como enfoque a Consciência Negra. A concentração acontece na Escola Parque, no bairro da Caixa D’Água. Ao longo da semana, os alunos também trabalharam com diversos conteúdos ligados à temática em palestras diárias.

O Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) em Artes e Design, na avenida Joana Angélica, realiza também no sábado, às 16h, o 2º Cortejo das Artes, que sairá do Colégio Central com destino à Praça da Sé, apresentando ao público os resultados dos cursos que oferece. A atividade artístico-cultural tem como tema ‘Vozes da Liberdade – Poetas Negros e Abolicionistas – Cantos de Labor’.

Na manhã do mesmo dia, a Escola Naomar Alcântara, em Cajazeiras, promove o projeto ‘Africanidade e Formação do Povo Brasileiro’. Os estudantes vão construir painéis sobre cultura, dança, música e religião dos povos africanos que contribuíram com a formação do povo brasileiro.

Ainda em Cajazeiras, o Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia, realiza, na sexta-feira (19), a Marcha para Zumbi, organizada pela ONG Cajaverde. A concentração é a partir das 8h, na rótula da Feirinha de Cajazeira XI e o destino é Cajazeira X. Na área interna da unidade de ensino serão ministradas oficinas com professores e convidados sobre capoeira, música, grafite, dança, penteado e estética.

No mesmo bairro, a Escola Estadual Elysio Athaíde promove, às 9h30, a ‘Gincana Cultural Interdisciplinar: Consciência Negra’, com mesa redonda e apresentações sobre a temática.

A Escola Estadual Ocridalina Madureira, em Massaranduba, lembra o Dia da Consciência Negra, na sexta (19), nos dois turnos (a partir das 7h30 e 13h30), com um debate sobre ‘Combatendo o Preconceito no Ambiente Escolar’ e apresentação de peça teatral, grupos de dança e outras iniciativas culturais. As atividades nas escolas estão sendo realizadas desde o início do mês.