O secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, homologou nesta sexta-feira (19) o resultado final da concorrência pública 008/2009, em regime de Parceria Público Privada (PPP), para a gestão e operação, em regime de concessão administrativa, do Hospital do Subúrbio (HS), declarando vencedor o Consórcio Promédica & Dalkia, formado pela Promédica Patrimonial S.A. e pela Dalkia Brasil S.A., que obteve nota final igual a dez. O ofertado como contraprestação máxima anual foi o valor de R$ 103,5 milhões. A portaria estará publicada neste sábado (20) no Diário Oficial do Estado, com prazo de 30 dias para a assinatura do contrato.

O hospital, que está localizado no Subúrbio Ferroviário, próximo à estrada BR-324, uma área extremamente pobre e carente de Salvador, beneficiará cerca de um milhão de habitantes de todo o subúrbio, além da população de bairros como Valéria, Cajazeiras, Castelo Branco e Pau da Lima. Serão gerados cerca de 1,6 mil empregos diretos, pela nova unidade hospitalar. 

Quando inaugurado, o hospital atenderá aos casos de urgência e emergência clínica, cirúrgica e traumato-ortopédicas adulto e pediátrico. Serão 268 leitos de internação, nas especialidades de clínica médica, clínica pediátrica, cirurgia geral adulto e pediátrica, traumato-ortopedia adulto e pediátrico, unidade semi-intensiva e UTI adulto e pediátrica.

O hospital também contará com o programa de Internação Domiciliar (ID), com capacidade inicial para atendimento a 30 pacientes. O HS será maior que o Hospital Geral do Estado e vai desafogar todo o atendimento na área de urgência/emergência, hoje centrado naquela unidade.