LOCAL: município de Ourolândia, no território de identidade Piemonte da Diamantina, a 401 quilômetros de Salvador.
DATA: 24.02.10 (quarta-feira)
HORÁRIO: 9h

O QUE É: inauguração de quatro unidades do Programa Saúde da Família (PSF) na zona rural e anúncio da limpeza de aguadas de uso público.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

UNIDADES PSF: das quatro que serão entregues, duas foram reformadas e duas construídas. Três delas já estão em funcionamento. O investimento total nas obras e aquisição de equipamentos foi de R$ 397,2 mil. As unidades seguem um padrão, contam com hall de espera, administração, sala de reunião, farmácia, consultórios de enfermagem, médicos e odontológicos, salas de curativo e sutura, esterilização, imunização e coleta, depósito de material de limpeza, copa e sanitários. As equipes são formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, dentista e agentes comunitários de saúde. Cada unidade do PSF atende em média quatro mil pessoas.

SAÚDE DA FAMÍLIA: o programa federal, executado em parceria com os estados e municípios, é uma estratégia de reorientação do modelo assistencial básico, operacionalizada mediante a implantação de equipes multiprofissionais em unidades básicas de saúde. Estas equipes atuam na Atenção Básica e são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada, com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais freqüentes e de manutenção da saúde.

POLÍTICA BAIANA: porta de entrada preferencial no sistema de saúde, a Atenção Básica na Bahia, por muito tempo considerada como exclusiva responsabilidade de cada município, vive hoje um intenso processo de expansão e qualificação por meio da política estadual denominada “Saúde da Família de Todos Nós”, que assegurou uma participação mais efetiva do Estado na prestação desses serviços. Entre outras ações de fortalecimento da Atenção Básica na Bahia, podemos citar:

• A criação de mais de 350 equipes de saúde da família, levando o estado a ser o primeiro do Nordeste em número de equipes e o terceiro do país.
• A valorização da função de agente comunitário de saúde (ACS) com mais de 1,3 mil novos profissionais; regularização dos vínculos trabalhistas de 98% do total de ACS em 401 municípios; entrega dos kits de trabalho e oferta de curso de formação técnica.
• O avanço na área de saúde bucal com mais 402 equipes garantindo ações e serviços odontológicos para mais de 1,3 milhão de baianos que não antes não contavam com esses cuidados.
• O maior programa de construção de Unidades de Saúde da Família do Nordeste. Com ele o Governo do Estado já entregou mais de 270 novas unidades e, no momento, cerca de 70 estão em obras. Até o final de 2010 serão 400 novas USF, beneficiando mais de 1,4 milhão baianos.
• A oferta de cursos de especialização para profissionais da Atenção Básica e criação de mais 58 Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Esta ação garante a presença de fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, pediatras, farmacêuticos e outros importantes profissionais no suporte às equipes de Saúde da Família.

LIMPEZA DE AGUADAS: o governo está investindo R$ 5,7 milhões na realização desse serviço, nos 107 municípios do semiárido baiano que decretaram situação de emergência. Em Ourolândia, mais de 10,8 mil pessoas serão beneficiadas com a limpeza e recuperação de aguadas de uso público, orçadas em R$ 50,2 mil.

OUROLÂNDIA: com extensão territorial de 1.276 quilômetros quadrados, sua população está estimada em 17.080 habitantes. A cidade foi emancipada em 1989 e atualmente a prefeitura é comandada por Antônio de Souza.