A gestão hospitalar do Sistema Único de Saúde (SUS), na Bahia, foi fortalecida com o curso de Especialização em Gestão Hospitalar para o SUS-BA, encerrado nesta segunda-feira (8). No evento, que marcou a finalização do curso, 119 profissionais receberam o certificado da especialização, promovida pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em parceria com a Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia. A cerimônia aconteceu no salão nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Foram contemplados gestores de 16 unidades hospitalares da rede própria da região metropolitana de Salvador; 13 unidades hospitalares da rede própria do interior da Bahia, seis unidades hospitalares municipalizadas, o Hospital Ana Nery, a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador e 14 áreas técnicas da Sesab. “É um grupo de profissionais que se compromete a melhorar a gestão das unidades da Sesab, o que representa um grande ganho para a saúde da população”, declarou o secretário da Saúde, Jorge Solla.

O curso teve como objetivo qualificar os gestores da rede da Sesab para diminuir as fragilidades do sistema de gestão. “Pensamos o curso depois que observamos algumas fragilidades na rede de hospitais do Estado”, declarou a coordenadora do curso, Mariana Bertol Leal. “É um grande esforço no resgate das unidades da Sesab”, completou o diretor de gestão da rede Própria, Renan Araújo. Para o diretor da Escola de Administração da Ufba, Reginaldo Santos, esse curso deu a capacidade de transformar a realidade e de colocar em prática ações transformadoras para a população que necessita dos serviços de saúde.

Desde agosto de 2008, quando o curso teve início, os agora especialistas tiveram encontros presenciais, distribuídos em módulos e oficinas para desenvolvimento de trabalhos de intervenção ou de pesquisa, totalizando uma carga horária de 396 horas. “Pudemos, durante o curso, desenvolver trabalhos dentro da unidade, criando habilidades para lidar com as questões dentro do hospital”, disse Mércia Brandi, que desenvolve suas funções no setor de Recursos Humanos do Hospital Geral Clériston de Andrade.

A importância da qualificação profissional foi destacada pela superintendente de Recursos Humanos, Telma Dantas, que ainda pontuou que o curso valoriza o profissional. O corpo docente foi formado por professores doutores do campo da Saúde Coletiva, Economia da Saúde, Administração Pública, Administração Hospitalar e áreas afins.