O calor e alta umidade ainda mantêm o tempo instável e chuvoso em grande parte da Bahia durante o final de semana (de sexta-feira a domingo) como prevê o Centro Estadual de Meteorologia do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá).

Mesmo com a instabilidade, na faixa centro-oeste (regiões oeste, São Francisco, sudoeste, norte e Chapada Diamantina), a tendência para os próximos dias é de redução das chuvas, típicas da estação de outono, que marca o início do período de estiagem nessa área do estado. Nessas localidades, a previsão é de céu parcialmente nublado com chuvas fracas.

Em Salvador, região metropolitana e em toda a faixa leste, que compreende as regiões do Recôncavo, nordeste e sul, os ventos úmidos que sopram do Oceano Atlântico e continuam influenciando as condições do tempo, deixando o céu nublado a parcialmente nublado com chuvas fracas.

“Nessas áreas, eventos isolados de chuvas moderadas ainda deverão ocorrer, principalmente, durante a noite e nas primeiras horas da manhã”, explica meteorologista Maryfrance Diniz.

As temperaturas mais elevadas da Bahia, com máximas de até 33°C, estão previstas para as regiões do Recôncavo, norte, nordeste, São Francisco e oeste. Já as temperaturas mais amenas do estado, com mínimas que podem chegar aos 19°C, deverão ser registradas em áreas isoladas (serranas) das regiões da Chapada Diamantina, sudoeste, oeste e São Francisco.

Nos próximos dias, os Índices de Radiação Ultravioletas (IUV’s) deve variar entre 11 e 13 na região Nordeste, fazendo parte da categoria Extrema, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). São típicos da estação do verão e início do outono, quando há maior incidência de radiação solar em grande parte dessa região e, consequentemente, aumento de radiação ultravioleta.

Os cuidados com o tempo de exposição ao sol, juntamente com o uso de protetor/filtro solar, bonés, óculos escuros e roupas leves é de fundamental importância na prevenção de danos a pele e aos olhos, orienta a meteorologista.

Maré

A maré alta deve variar de 1,8 a 2,7 metros de altura, atingindo seus máximos por volta das 2h e das 14h. As alturas mínimas deverão ocorrer por volta das 8h e das 20h, com valores que devem variar entre zero e 0,6 metros. A previsão de ondas indica que elas terão agitação fraca, com altura máxima que pode chegar a 1,5 metros.