O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), autarquia vinculada à Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (Sicm), assinou, na última sexta-feira (26), ordem de serviço para iniciar as obras de revitalização da Feira Livre de Itororó.

Tradicionalmente conhecido pela qualidade da carne do sol, o município reivindicava há muito tempo melhorias na infraestrutura local com o objetivo de dinamizar o comércio e dar melhores condições de trabalho aos pequenos comerciantes. O convênio tem o valor de quase R$ 1,7 milhão para reestruturar a feira.

As obras, que serão realizadas pela MFP Construtora, empresa ganhadora do processo de licitação, vão ser concluídas num período de quatro meses. Com extensão de 5,5 mil metros quadrados, a feira passará por uma ampla reforma que inclui a cobertura da área, a modernização de 100 boxes destinados à carne de vários tipos, 50 boxes para comercialização de secos e molhados, 13 boxes para confecções, além da construção de boxes para comercialização de peixe, com todas suas instalações básicas. A reforma incluirá toda a infraestrutura básica para o funcionamento do local, beneficiando diretamente 1,18 mil pequenos comerciantes.

A ação é uma iniciativa pioneira da Sudic na atividade do comércio e visa dinamizar a economia local e sua área de influência. O diretor presidente do órgão, Nilton Cardoso da Cruz, que representou o governador Jaques Wagner, falou da importância de um trabalho voltado para esta área. “A Sudic não tem o papel apenas de fomentar a indústria no estado, mas também fomentar o comércio. Este projeto vai trazer benefícios a todas as classes sociais organizadas, mas principalmente para os pequenos agricultores”.

Descentralização

Cruz citou as ações da Sudic no interior do estado como parte de um processo de descentralização do parque industrial da Bahia. “O Governo objetiva levar o desenvolvimento também para o interior. Só no ano passado, 65% das empresas que se instalaram foram para o interior. A Sudic, por exemplo, está reformando 11 distritos industriais”, declarou. Para ele, com distritos mais bem estruturados, há maior possibilidade de atração de novos investimentos.

O prefeito da cidade, Adroaldo Almeida, falou sobre o apoio do Sebrae nessa empreitada, como responsável pelo treinamento dos comerciantes, profissionalizando e melhorando o atendimento na feira.

A Feira Livre será modernizada e padronizada de acordo com conceitos modernos de comercialização de alimentos, observando-se as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Este projeto irá beneficiar também usuários de municípios e localidades vizinhas, como Firmino Alves, Itapetinga, Itambé, Nova Canaã, Ibicuí, entre outros.