As aulas para 14 mil estudantes da rede estadual atendidos pelo Programa Ensino Médio no Campo com Intermediação Tecnológica (EmC@mpo) começam nesta segunda-feira (15). O programa, que visa democratizar o acesso à educação, está presente em 364 localidades da zona rural do estado que totalizam 400 telessalas com mediadores. O programa possibilita que os estudantes interajam, perguntem e exponham as suas dúvidas em tempo real. A transmissão da aula está marcada para começar às 8h, no turno matutino, às 13h, no turno vespertino e às 18h30 no turno noturno. 

A aula inaugural será transmitida de Salvador, por meio da solução tecnológica IPTV, para as localidades rurais. Das salas de aulas, os estudantes receberão mensagens de boas-vindas do governador Jaques Wagner e do secretário da Educação, Osvaldo Barreto.

Para o professor de História, Rodrigo Lopes, o programa EmC@mpo é uma forma de contemplar as populações das zonas rurais com um ensino de qualidade, trabalhando o currículo normal e evidenciando os saberes dos povos dessas comunidades. “Estamos oferecendo para os povos do campo condições para que estejam em pé de igualdade com quem estuda na cidade”.

O projeto EmC@mpo atendeu, em 2009, a 6.774 adolescentes, jovens e adultos que residem e trabalham no campo, em locais onde o acesso ao ensino médio ainda é difícil. Para garantir o Ensino Médio no Campo com Intermediação Tecnológica, a Secretaria da Educação, em parceria com as prefeituras, vem reformando as escolas, no intuito de dotá-las de infraestrutura adequada e equipamentos tecnológicos necessários para o funcionamento do Programa. 

Além de potencializar os espaços escolares já existentes, o EmC@mpo também promove a formação inicial e continuada para os educadores. O programa é mais uma das ações empreendidas pelo governo para ampliar a oferta da educação no campo. Ao todo, a Secretaria da Educação criou, este ano, mais 39.838 novas vagas no ensino médio, visando atender, especialmente, aos baianos que vivem na zona rural.