A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti) encerrou, nesta quarta-feira (10), as inscrições para a III Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, que será realizada de 15 a 17 deste mês, na Fundação Luís Eduardo Magalhães, em Salvador. No total foram inscritas 1.012 pessoas. 

O evento terá a participação de representantes dos 26 territórios de identidade e de comunidades rurais, indígenas e quilombolas, além de pesquisadores, acadêmicos e empresários. O tema central é Desenvolvimento Sustentável da Bahia. 

A Conferência incluirá debates sobre inovação tecnológica nas empresas, matriz energética, ações eficientes de popularização da ciência, capacitação profissional, formação e permanência de doutores, inclusão digital e desenvolvimento social. 

O evento conta com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Instituto Euvaldo Lodi/Federação das Indústrias do Estado da Bahia (IEL-Fieb), da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz/BA), Sebrae, Embrapa, Universidade Federal da Bahia (Ufba), Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrário (EBDA), além de todas as universidades estaduais (Uneb, Uesf, Uesc, Uesb). 

O cenário nacional e estadual das políticas de CT&I, a proposição de políticas públicas da área para a Bahia e o papel da Fapesb na consolidação do sistema nacional de CT&I são alguns dos outros temas do evento, que também define a representação baiana na I Conferência Regional, prevista para os dias 15 e 16, em Maceió (AL), e a IV Conferência Nacional, marcada para 26 e 28 de maio, em Brasília (DF). 

Os conferencistas devem também aprofundar as discussões sobre o Plano de Desenvolvimento Científico e Tecnológico para o Nordeste como forma de alavancar o desenvolvimento sustentável da região e combater as perdas de recursos dos Fundos Setoriais.