O Balde Cheio, maior programa de transferência de tecnologia já realizado na pecuária leiteira do Oeste baiano, voltou a ganhar destaque no final de fevereiro com a realização de mais uma de suas atividades.

A iniciativa, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e executada na região pelo Núcleo de Estudo e Pesquisa em Produção Animal (Neppa), do Campus 9 da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Barreiras, promoveu o 2º Ciclo Dia de Campo.

A ação envolveu a organização de nove encontros (entre os dias 19 e 26 de fevereiro) em propriedades rurais dos municípios de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Wanderley, São Desidério, Santa Rita de Cássia, Baianópolis, Angical, Formosa do Rio Preto e Riachão das Neves.

Nesses encontros, aconteceram aulas práticas sobre gerenciamento de propriedade, eficiência reprodutiva, melhoramento genético e controle sanitário do rebanho.

Com dez anos de atuação, o Balde Cheio já beneficiou cerca de duas mil propriedades rurais em 12 estados brasileiros. Na Bahia, as atividades do programa, iniciadas em abril de 2009, promovem capacitação tecnológica gratuita a cerca de 90 produtores rurais de pequena escala do Oeste, com investimento das prefeituras dos municípios beneficiados.

A equipe técnica do Balde Cheio antecipou que está prevista a inclusão de mais 20 propriedades rurais da região nas ações de assistência e transferência tecnológica do programa. Além da Uneb e das prefeituras das cidades envolvidas, o programa conta com o apoio da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (Ebda) e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR).