A partir de dezembro deste ano, a CVC, principal operadora de turismo do país, inicia uma operação que vai levar cerca de 150 mil visitantes à Bahia até o Carnaval. De acordo com o diretor da empresa, Fernando Del Cistia, serão 71 frequências semanais para Porto Seguro, Salvador e Ilhéus, o que representa um acréscimo de 23% em relação ao ano passado.

Del Cistia apresentou os números durante reunião realizada na Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), com o secretario de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, e a presidente da Bahiatursa, Emília Silva. De acordo com o executivo, os turistas que chegarão ao estado pela CVC devem proporcionar um incremento de R$ 150 milhões à economia baiana.

E não é só com a CVC que a Bahia está em alta. Nos três dias de realização da Feira da ABAV, no Rio de Janeiro, foram realizados dezenas de encontros entre os representantes do Governo da Bahia e operadores, agentes de viagem, dirigentes de companhias aéreas e empresários do segmento hoteleiro.

Na área internacional, foram conquistados cinco voos charters para a Bahia, sendo quatro da Argentina e um da Itália que, juntos, devem levar 6 mil passageiros por mês para o estado. “Tudo isto é fruto de um intenso trabalho das equipes da Bahiatursa e da Secretaria de Turismo, com a participação em grandes eventos e o estreitamento das relações com operadores, agentes e empresários”, explica Emília.

Já na área nacional foram garantidos três novos charters com seguintes rotas Rio-Porto Seguro, São Paulo-Salvador e São Paulo-Porto Seguro. Leonelli lembrou que o trabalho da Setur e Bahiatursa não se limita apenas em aumentar o fluxo de turistas. “É preciso oferecer bons serviços e ter boas ações de receptivo, por isso, investimos R$ 15 milhões em qualificação profissional e empresarial nos últimos três anos e implantamos o Disque Bahia Turismo, para que o visitante se sinta assistido”, conta.