Quem visitar a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na Bahia, que será realizada de segunda-feira (19) até o dia 25 deste mês, no Museu de Ciência e Tecnologia da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), na avenida Jorge Amado, no Imbuí, vai receber como brinde lâmpadas fluorescentes compactas de 15W, que serão distribuídas pela Coelba.As lâmpadas representam uma economia de 80% em relação às incandescentes tradicionais, além do conceito de eficiência energética, sobre o qual técnicos vão falar aos visitantes.

Para receber o brinde, basta passar pelo estande da empresa e apresentar conta de setembro de cliente residencial monofásico. A depender do consumo médio, cada um receberá entre uma e quatro lâmpadas. Além disso, aprenderá maneiras práticas de obter eficiência energética, podendo interagir com uma maquete explicativa sobre o funcionamento dos aparelhos de uma casa. Também será entregue uma cartilha com dicas de economia de energia elétrica.

“As crianças que nos visitarem vão aprender os conceitos de forma interativa e se tornam multiplicadoras dentro de casa e na sua comunidade. A doação de lâmpadas é um fator importante, mas o destaque é a mudança de cultura e o aprendizado que o visitante leva pra casa”, destaca a coordenadora de projetos de eficiência energética da Coelba, Silvana Costal.

O visitante terá que levar a conta, entre os dias 19 e 23, das 9 às 16h, na sede do Museu. Será feita a média de consumo para determinar quantas lâmpadas serão doadas. Até 30kWh, terá direito a uma lâmpada. De 30 a 80kWh, duas. De 80 a 130kWh, três. Acima de 130kWh, quatro.

Redução no consumo de energia

Introduzidas durante o “apagão” de 2001, as lâmpadas fluorescentes compactas precisam exibir obrigatoriamente o Selo Procel/Ence em suas embalagens, já que há controle rígido na importação e um esforço maior na fiscalização do varejo.

As empresas importadoras destes produtos, reunidas na Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi), vêm investindo e colocando no mercado, a cada dia, produtos mais modernos e eficientes, com características específicas para os mais variados usos.

“Já conseguimos comprovar que cada lâmpada fluorescente compacta de 15W, que equivale a uma incandescente de 60W, resulta em uma economia de R$ 2 por mês na conta de luz, mas o consumidor ainda não sabe disso e continua a consumir as lâmpadas incandescentes”, diz o presidente da Abilumi, Alexandre Cricci.

Ele explicou que a economia vem do fato de as lâmpadas econômicas durarem muito. “Em quatro meses, o consumidor já recupera o que pagou pela lâmpada, que é mais cara que a incandescente. O resto de tempo de vida da lâmpada, às vezes dois anos ou mais, é de lucro para consumidor e para o país, que também reduz o consumo total de energia, os gastos na construção de hidrelétricas e os impactos no meio ambiente”.

A Ciência no Brasil

O maior evento de popularização das ciências no país é coordenado, na Bahia, pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sect). Centros de pesquisa, universidades, associações e empresas de base tecnológica participam da exposição, que é gratuita e aberta ao público.

O tema escolhido para este ano é “A Ciência no Brasil”. A programação se estenderá aos maiores municípios do interior do estado, com destaque para o recém-inaugurado Museu de C&T do Observatório Astronômico Antares, em Feira de Santana.

Haverá palestras, debates, exposições, jogos interativos, olimpíadas de matemática, teatro, mostras de cinema e vídeos, entre uma série de atividades concebidas para despertar, sobretudo nos jovens, o gosto pela ciência.