Mais de 60 líderes de comunidades de pescadores artesanais e extrativistas baianos estão em Salvador para participar do Seminário Estadual de Cidadania das Comunidades de Pescadores Artesanais e Extrativistas da Bahia, que começa nesta terça-feira (27), às 14h, no Centro de Treinamento de Líderes, em Itapuã.

Intitulado “Construindo a Política Estadual de Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais”, o evento, que vai até quinta-feira (29), faz parte de uma série de encontros promovidos pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes).

Para este seminário vieram pescadores, marisqueiras, quebradeiras de coco e artesãos de Araci, Prado, Maragogipe, Bom Jesus da Lapa, Nazaré das Farinhas, entre outros municípios.

As discussões terão como temas capacitação, aquisição de equipamentos, condição de conservação e comercialização dos produtos, segurança alimentar, desenvolvimento sustentável, qualidade de vida e participação na elaboração de projetos.

Deste seminário sairão os representantes para o Seminário Estadual de Desenvolvimento de Povos e Comunidades Tradicionais, previsto para ocorrer no próximo mês.