O governador Jaques Wagner embarca nesta quarta-feira (14) para uma missão comercial na França, onde dará sequência a entendimentos com empresas daquele país que desejam investir na Bahia nas áreas de infraestrutura, geração de energia e agronegócio.

Além de encontros com empresários e lideranças do setor industrial, o governador visitará o Salon Du Chocolat, maior evento mundial ligado ao chocolate, que terá, pela primeira vez, a participação oficial do Brasil, com um estande organizado pela Associação dos Produtores de Cacau da Bahia e pela Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac), com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e do Governo da Bahia.

A viagem selará mais um passo na atração de um investimento de R$ 2,5 bilhões do Grupo Alstom para instalação de uma indústria de aerogeradores para usinas de energia eólica, além de um parque eólico, ambos na Região Metropolitana de Salvador.

A missão baiana visitará a sede de uma entidade similar à brasileira Confederação Nacional da Indústria, que reúne os pesos-pesados da indústria francesa. O governador se reunirá com Thierry Courtaigne, presidente e diretor administrativo da entidade, chamada MDEF.

O encontro foi mediado pela Embaixada do Brasil, depois da última visita de Wagner a Paris, em abril, quando os entendimentos com a direção do Grupo Alstom, interessado nos programas de atração de investimentos do Governo da Bahia, avançaram na modelagem de dois empreendimentos.

Na reunião será assinado um memorandum de entendimento e marcada a data para o ato de assinatura do protocolo de intenções onde estarão detalhadas as condições oferecidas pelo Governo da Bahia, bem como os compromissos assumidos pela empresa, inclusive prazos para realização dos investimentos a fim de assegurar os benefícios do Programa Desenvolve.

A Alstom pede uma área de 25 hectares próxima a um porto com calado de pelo menos 13 metros, disponibilidade de energia elétrica e facilidade de acesso para carga pesada. A indústria de aerogeradores e o parque eólico deverão gerar 540 empregos diretos.

A empresa

O Grupo Alstom está no Brasil há 50 anos, onde atua nas áreas de energia, transporte e infraestrutura e emprega 4 mil pessoas. A empresa participou de vários grandes projetos de geração de energia hidrelétrica, como Itaipu, Tucurui, além de termoelétricas, como a Termobahia.

Franceses têm interesse nas uvas produzidas no Vale do São Francisco

De Paris, a missão seguirá para o nordeste da França, região de Chapagne-Ardene, onde são produzidos vinhos espumantes semelhantes às melhores marcas saídas das vinícolas instaladas no Vale do São Francisco. O governador Jaques Wagner se reunirá com o presidente da Cave Cooperative dês Riceys, Christian Jojot. A cooperativa representa cerca de 50 produtores de 7 comunidades e integra a Union Auboise dês Producteurs de Vin Champagne, junto com outras 10 cooperativas.

A entidade representa 800 produtores franceses que, após a visita de Christian Jojot à Bahia no início de 2009, estão interessados nas uvas do Vale do São Francisco. No encontro, eles assinarão memorandum de entendimento para instalação de pequenas e médias vinícolas na Bahia, além de pesquisas com variedades de uvas francesas em Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina.

Integram a missão comercial o secretário da Agricultura, Roberto Muniz, e o superintendente de Política do Agronegócio da Seagri, Jairo Vaz, além do presidente da Assembléia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo.

Até o retorno do governador, na próxima semana, o vice-governador Edmundo Pereira assume o comando do Executivo estadual.

Mais informações:
Missão Comercial Baiana à França