Aproximar o público experiente ou não da arte da fotografia, apresentando aspectos da estética contemporânea a partir de cenas presentes na sociedade atual é o que pretende fazer o mestre em artes visuais e fotógrafo Edgard Oliva, em sua oficina Registros Cotidianos. O trabalho será realizado no Espaço Educativo Sophie Calle – Galpão de Oficinas do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) –, sábado e domingo (10 e 11), às 14h.

Segundo Oliva, nesta oficina, ele exercitará o processo de criação de cada participante, estimulando-os a realizar um trabalho de captação de imagens a partir do que nos rodeia no cotidiano, como objetos, pessoas e cenas urbanas e domésticas. “Cada participante terá seu foco voltado para o projeto Sophie Calle, contudo, ela ficará como espectadora em vez de estimuladora”.

Registros cotidianos é a terceira e última intervenção de Edgard Oliva na Curadoria Educativa da exposição Cuide de Você. Edgard já realizou um minicurso no início do mês e um seminário na última quarta-feira (7), que lotou o Galpão de Oficinas do MAM. Os participantes deverão levar os seus equipamentos fotográficos. O MAM-BA é um dos 13 espaços culturais do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), órgão da Secretaria de Cultura do Estado (Secult).