O curso de Bacharelado em Engenharia Agronômica da Terra, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), vinculado ao Programa Nacional de Educação em Áreas de Reforma Agrária (Pronera), ganhou um apoio importante.

A Petrobras, maior empresa estatal do Brasil, está investimento R$ 870 mil para a melhoria da infraestrutura do curso, que beneficia 100 estudantes assentados em acampamentos da reforma agrária, localizados em Barreiras (Oeste do estado) e Arataca (Sul baiano).

O bacharelado é oferecido para jovens e adultos dos Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Barreiras, e Movimento dos Trabalhadores na Agricultura, Assentados, Assentadas, Acampados, Acampadas e Quilombolas (Ceta), em Arataca. Mais informações no site www.uneb.br.