A última noite do Carnaval Pipoca, programa da Secretaria de Cultura (Secult-BA), contará com a participação especial do músico norte-americano Amayo, vocalista da Antibalas Afrobeat Orchestra (NY), considerada pela crítica especializada um dos melhores grupos de Afrobeat de Nova Iorque, e da cantora Thalma de Freitas, integrante da Orquestra Imperial, do Rio de Janeiro.

Amayo e Thalma de Freitas se apresentam no trio de Arto Lindsay, com os guitarristas Pedro Sá, Pedro Baby e percussão do Ilê Ayê. Com saída marcada para às 18h30, o trio encerra a programação do Carnaval Pipoca no Circuito Osmar (Campo Grande).

Mais tarde, a partir das 23h, no Circuito Dodô (Barra), o último trio sem cordas patrocinado pelo Carnaval Pipoca contará com os coletivos Terreiro Circular, Ministereo Público e Milicianos, tendo como convidado o cantor Lucas Santtana. Levando para a avenida um verdadeiro "sound system", os artistas vão passear por ritmos como o samba, o repente, o reggae, o dub, o funk, o rock, o frevo e músicas caribenhas, numa grande celebração à diversidade musical no Carnaval de Salvador.

Sound System

O termo "sound system" era utilizado na Jamaica para definir os carros de som, utilizados por populares nas ruas de Kingston. Basicamente era um carro com caixas de som grandes ligadas a um aparelho de som e um microfone. Enquanto uma pessoa falava ao microfone, músicas de fundo eram executadas, e nos intervalos das falas as músicas tocavam em alto volume para chamar atenção de quem passava. Era uma estrutura parecida com a Fobica de Dodô e Osmar.

Carnaval Pipoca

Voltado para o folião "pipoca", aquele que vai pra rua pular o Carnaval fora dos blocos de cordas, o programa Carnaval Pipoca da Secult-BA patrocinou em 2009 a saída de 20 atrações. Com um investimento de R$ 3,3 milhões (incluindo apoio de R$1,5 milhão da Embasa e da Bahiagás), o programa proporcionou aos foliões o contato com nomes importantes do cenário nacional e internacional e com diversos gêneros musicais produzidos na Bahia, em cinco dias de festa.