O VI Seminário de Serviço Social e III Seminário de Psicologia e Segurança Pública acontecem nesta quinta-feira (5), no auditório da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no Engenho Velho de Brotas. Delegados, assistentes sociais, psicólogos e representantes de entidades parceiras da Deam estarão debatendo o tema “Violência Doméstica X Violência Urbana – Onde Tudo Começa”, a partir de 14h.

As estatísticas apontam que em 90% dos casos de violência conta a mulher o agressor está dentro da casa da vítima, tendo os próprios companheiros com autores, em muitas dessas ocorrências. “Denunciar a violência contra a mulher é sempre a melhor solução”, ressalta a diretora do Departamento de Crimes Contra a Vida (DCCV), delegada Isabel Alice de Pinho, que, por vários anos, esteve à frente da Deam do Engenho Velho de Brotas.

A Bahia já conta com 14 Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher, instaladas na capital (Engenho Velho de Brotas e subúrbio de Periperi), e nos seguintes municípios: Porto Seguro, Vitória da Conquista, Feira de Santana, Ilhéus, Camaçari, Itabuna, Teixeira de Freitas, Candeias, Alagoinhas, Paulo Afonso, Juazeiro e Jequié. Nessas unidades são feitos os registros, a apuração e a investigação das ocorrências de qualquer tipo de violência contra a mulher, havendo ainda a oferta de assistência psicossocial.