O secretário da Segurança Pública, César Nunes, determinou abertura de inquérito para investigar o esquema montado pelo traficante Genílson Lino da Silva, o “Perna”, desmontado pela megaoperação batizada de Big Bang, que comandava o crime organizado do interior no Corpo 4 da Penitenciária Lemos Brito. Será apurado com rigor se existe envolvimento de policiais militares no fornecimento de armas e dinheiro para o traficante.

“Perna” foi interrogado pelo delegado Nílton Tormes e Araújo, lotado no Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), e afirmou que as duas pistolas apreendidas em sua cela foram colocadas por rivais para prejudicá-lo. Quanto aos R$ 280 mil também encontrados, disse que são fruto de empréstimos a juros que teria feito dentro da penitenciária.

Acompanharam os interrogatórios a promotora Ana Rita Nascimento, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Graeco) do Ministério Público e uma advogada de “Perna”. O traficante continua custodiado no Complexo Policial dos Barris, enquanto as investigações procedem até que sua transferência seja definida.

Operação Big Bang

Deflagrada em vários pontos de Salvador e Região Metropolitana (RMS), a operação resultou também na apreensão de uma pistola de fabricação alemã, no Bairro da Paz, oito quilos de cocaína e R$ 8 mil, no Vale das Pedrinhas, além de um quilo de maconha no subúrbio de Rio Sena, onde foi localizada ainda uma pistola com dois carregadores. Crack e cocaína fora apreendidos em Santa Cruz, e documentos diversos na Mata Escura.

Também foram cumpridos os mandados de prisão expedidos pela Justiça contra Aílton Nascimento Carvalho, Hélio Antônio de Oliveira Rocha, Edmilson Pereira Santos (Missinho), lnadro Rocha de Freitas, Luciano dos Santos Santana, Fernando da Conceição Lima e Francisco Pereira Góes (Fortaleza).

Entre os 13 presos em flagrante pela “Operação Big Bang” estão Moabi Silva Soares (Cabeção), Augusto Percilino Almeida Cruz (Malhado), Tiago Luís dos Santos (Toshiba), Dayvisdon Soares Soares dos Santos (DVD), Valtônio Nascimento de Souza (Val), Eduardo Oliveira dos Santos (Edu) e Adriano Vieira Pintaga de Jesus.