Um mutirão para esterilização de animais foi realizado na última quinta-feira (19), no bairro de Vida Nova, em Lauro de Freitas. Promovido pelo Programa Célula-mãe, entidade sem fins lucrativos que desenvolve um trabalho para promoção do bem-estar animal junto às comunidades carentes, a mobilização foi viabilizada por meio de um convênio firmado entre a Secretária Estadual da Saúde (Sesab) e o programa.

Os mutirões para a castração dos animais feitos pelo Célula-mãe começaram em 2007, com ações na Ilha de Itaparica e nos bairros de Cajazeiras, Cosme de Farias, Itinga, Vida Nova e Camaçari, com cerca de 250 esterilizações realizadas. “Fazemos um trabalho nos bairros populares onde a população de animais de rua é maior”, disse o diretor do programa, Carlos Ferreira. Além das cirurgias nos animais de rua, o trabalho é feito nos domiciliados.

Antes de levar os cachorros e gatos, os donos são conscientizados da importância de se prevenir a procriação indiscriminada. “A gente evita que nossos cachorros tenham cria sem que tenhamos condições de mantê-los”, observou Maria de Almeida, moradora de Vida Nova que entregou sua cadela para que fosse esterilizada.

Da mesma forma procedeu Fernanda Kelly, também moradora de Vida Nova, ao entregar a sua gata, falando da dificuldade que é fazer a cirurgia, “que tem um custo alto”.

Além de oferecer aos moradores a cirurgia nos animais, o Célula-mãe disponibiliza cuidados pós-operatórios, como atenção e medicamentos. Todos os custos são cobertos por doações e agora por meio do convênio com a Sesab. “Nosso objetivo é conquistar a população, que, por vezes, se recusa a entregar o animal”, declarou Rita de Cássia Azevedo, voluntária do programa.