Em breve, será montada uma padaria no Conjunto Penal de Simões Filho que terá como funcionários os próprios internos da unidade. O projeto, promovido pela Secretaria Estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), por meio da Coordenação de Estudos e Desenvolvimento da Gestão Penal, vai oferecer aos detentos uma oportunidade de inserção no mercado de trabalho, quando em liberdade.

O projeto tem o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e vai aproveitar os internos que participaram do curso de padeiro, que aconteceu em abril deste ano, na sede do Conjunto Penal de Simões Filho. Dentre os internos que participaram do curso, foram selecionados Enock Ribeiro, Delmo Cidreira e Ricardo Silva para trabalhar na padaria, recebendo uma ajuda de custo de 75% do salário mínimo.