Cerca de 510 mil pessoas de 12 municípios do Recôncavo e Região Metropolitana de Salvador serão beneficiados com a restauração de 231,4 quilômetros de rodovias. As obras, no valor de R$ 67,5 milhões, foram anunciadas nesta quarta-feira (25), em Cachoeira, pelo governador Jaques Wagner, ao assinar acordos de cooperação técnica com a Petrobras.

A Petrobras investirá R$ 59,5 milhões na restauração e o Estado, R$ 8 milhões para a conservação, por um prazo de cinco anos. Serão recuperados 12 trechos de sete rodovias, seis estaduais e uma federal. Também foram assinados, com a Petrobras, convênios no valor de cerca de R$ 5,5 milhões para mudanças na rede de distribuição de energia elétrica de Cachoeira.

A primeira estrada a ser recuperada será a BR 420, trecho São Félix-Maragogipe, com 20 quilômetros de extensão. Também na BR 420 serão restaurados os trechos Pojuca/BR 110 e BA 001/São Roque do Paraguaçu. As outras estradas beneficiadas são as BAs 516 (trecho BR 110/Estação Camboatá-Buracica); 522 (Candeias/Dom João/São Francisco do Conde); 507 (BR 420/Santiago/BA 093); 504 (Alagoinhas/Araçás); 093 (Pojuca/BR 101), anel rodoviário de Candeias; e 534 (Salinas da Margarida/Conceição de Salinas – Mutá – BA 001/Salinas).

Rede subterrânea

A partir da assinatura de um contrato de patrocínio entre a Petrobras e o Governo do Estado será iniciado o processo de elaboração do projeto de implantação da rede subterrânea de distribuição de energia elétrica na cidade de Cachoeira. O objetivo é substituir a rede de distribuição aérea por uma moderna rede subterrânea, para reconstituir a paisagem urbana dos Séculos XVIII e XIX, preservando os conjuntos arquitetônicos e paisagísticos da cidade.