No mês de maio, a inflação registrou um aumento 0,45% em Salvador, sendo que o resultado da taxa em maio de 2007 foi de 0,24%, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

Os dados mostram que o acumulado dos últimos 12 meses, de junho de 2007 a maio deste ano, foi de 5,40%, um valor superior ao resultado do período de junho de 2006 a maio de 2007, de 5,18%.

No resultado da inflação de maio, dentre os 375 produtos/serviços pesquisados mensalmente pela SEI, 198 registraram elevação nos preços, 71 não tiveram alteração, enquanto 106 registraram queda.

Na capital baiana, os produtos/ serviços que mais contribuíram para elevação da taxa foi o pão francês (4,74%), passagem de avião (19,67%) e arroz (9,14%).

Mas, alguns produtos tiveram uma variação negativa, com queda dos preços, como é o caso do resíduo da diminuição da tarifa de energia elétrica residencial (10,85%), feijão rajado (5,38%) e cebola (8,19%).

A pesquisa foi apurada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan).

Cesta básica

A pesquisa revela que em maio deste ano o trabalhador comprometeu 48,34% do salário mínimo (R$ 415) para adquirir os produtos da cesta básica. A variação neste mês foi de 3,5% e o custo da cesta foi de R$ 183,70.

Dos 12 produtos alimentares que compõem a ração essencial mínima (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, óleo, manteiga, banana, tomate e café), nove apresentaram aumento: tomate (19,3%), arroz (9,14%), farinha de mandioca (5,45%), pão francês (4,74%), carne bovina cruz machado (2,35%), óleo de soja (1,95%), manteiga (1,18%), café moído (0,85%) e leite pasteurizado (0,46%). E três produtos registraram decréscimo de custo: açúcar cristal (-0,83%), feijão mulatinho (-2,01) e banana da prata (-12,63).

Índice de Preços ao Consumidor – Variações Mensais e Acumuladas
Salvador, 2007/2008
GruposVariação no mêsVariação acumulada
MaioNo ano (janeiro/maio)12 meses
2007200820072008junho/06-maio/07junho/07-maio/08
Alimentos e bebidas-0,181,451,876,202,3113,90
Habitação e encargos0,60-1,172,75-0,799,442,38
Artigos de residência0,490,79-0,14-2,07-1,01-4,29
Vestuário0,680,31-2,10-0,13-1,80-0,22
Transporte e comunicação-0,210,664,461,844,312,09
Saúde e cuidados pessoais0,060,121,115,632,118,23
Despesas pessoais0,910,072,773,644,345,18
Geral0,240,451,682,922,625,40

 Fonte: SEI