O subúrbio vai ganhar um novo hospital. A unidade, que funcionará em Periperi, vai contar com 230 leitos e terá serviços de alta complexidade e cirurgia, além de UTI adulta e pediátrica. O hospital do subúrbio já tem terreno definido e projeto arquitetônico em fase de elaboração. Até meados de junho, haverá licitação para a escolha da empresa que vai fazer a obra, que deverá ter início no fim de setembro. Os investimentos serão da ordem de R$ 38 milhões e a previsão de inauguração é em 2010.

O novo hospital será de grande porte e vai oferecer os mesmos serviços encontrados no Hospital Geral do Estado (HGE), como unidade de queimados, terá equipamentos de alta tecnologia, como tomógrafos e ultrassom. Após a inauguração da nova unidade o Hospital Geral João Batista Caribé passará por uma adaptação de perfil.

“Estamos avaliando qual a melhor opção, mas é provável que ele se torne um hospital para atendimento de emergência e maternidade”, afirmou a diretora de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde, da Secretaria da Saúde, Mara Souza. Enquanto a nova unidade não fica pronta, a Sesab vai reformar a emergência do Hospital João Batista Caribé. A unidade será adequada aos padrões do projeto QualiSUS.

O hospital atende, em média, 300 pessoas por dia. No mês de março houve um aumento de mais de dois mil pacientes, passando de 7.510 para 9.783 atendimentos.

Além de atender pacientes do subúrbio e região, recebe pacientes do município de Simões Filho. O Caribé, possui 62 leitos, sendo 35 de maternidade, 15 de pediatria, 20 na emergência e 2 de clínica médica.