A presença de uma massa de ar quente deixará o céu parcialmente nublado a claro, em toda a faixa leste da Bahia, até sábado (26), quando chuvas poderão ocorrer no período da noite. Mas no litoral baiano, incluindo Salvador, os ventos úmidos que vêm do oceano, deverão deixar céu com nebulosidade variável e chuvas fracas, com possibilidade de chuva a qualquer hora. No domingo (27), o céu ficará parcialmente nublado a claro e não há previsão de chuvas em toda a faixa leste, incluindo o litoral.

De acordo com a previsão do Centro Estadual de Meteorologia da Superintendência de Recursos Hídricos (Cemba/SRH), até domingo o céu deverá ficar nublado a parcialmente nublado nas regiões norte, nordeste, sul, oeste e o centro-sul das regiões sudoeste e São Francisco. Poderão ocorrer chuvas moderadas e fracas, em algumas localidades, devido ao posicionamento da Zona de Convergência Intertropical, que favorece o transporte da umidade do Oceano Atlântico Norte para essas regiões.

Na Chapada Diamantina, Recôncavo e no setor centro-norte das regiões sudoeste e São Francisco, a previsão é de céu parcialmente nublado a claro, com chuvas fracas e isoladas a qualquer hora do sábado e sem chuvas no domingo.

As temperaturas máximas para o final de semana deverão variar entre 30 e 31°C, nas regiões do São Francisco, oeste, Recôncavo, norte e nordeste. Nessas áreas, as mínimas ficarão em torno de 23°C. Nas regiões da Chapada Diamantina, sudoeste e sul, as mínimas deverão variar entre 20 e 22°C e máximas, entre 27 e 30°C.

Em todo o litoral baiano, a maré alta deve variar entre 1,4 e 2,0 metros de altura e atingindo seus máximos em torno das 3 e 9h. A previsão é de ondas com agitação moderada e fraca e a altura máxima (pico) chegar até 2 metros, em Salvador.

Mesmo com o aumento da nebulosidade nesse período, a incidência de radiação solar deverá continuar elevada em grande parte da Bahia, tendo como conseqüência, os altos Índices de Radiação Ultravioletas (IUV). Os índices 9 e 10 previstos para sexta-feira, sábado e domingo estão na categoria Muito Alta, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o que exige cuidados redobrados com a pele e os olhos.