O livro “Um lugar na História: a capitania e comarca de Ilhéus antes do cacau”, será lançado pela Editus – Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), às 19h de segunda-feira (28), no auditório do Pavilhão de Direito. A publicação, com 322 páginas, é da autoria dos professores Marcelo Henrique Dias (Uesc) e Ângelo Alves Carrara, da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG).

O livro reúne seis textos produzidos pelos professores e bolsistas do projeto de pesquisa “Estruturas econômicas e sociais da capitania de Ilhéus, 1700-1850”, desenvolvido pelo Centro de Documentação e Memória Regional da Uesc, em parceria com o Núcleo de História Econômica e Demográfica da Universidade Federal de Ouro Preto (MG).

Segundo os autores, o objetivo original era investigar as estruturas sociais e econômicas da Capitania de Ilhéus, entre 1700 e 1850, com base no banco de dados constituído a partir da coleta sistematizada das informações contidas, especialmente, nos registros do notariado da vila de São Jorge dos Ilhéus.

Porém, os professores perceberam um hiato entre a dinâmica econômica que as fontes primárias revelavam e as visões correntes na historiografia, as quais apontam um estado crônico de misérias em todo o território da capitania e comarca de Ilhéus, entre o final do primeiro século de colonização e o período de expansão da monocultura cacaueira, na segunda metade do século XIX.

Como o título sugere, o objetivo maior do livro é reivindicar um lugar na história para a capitania e comarca de Ilhéus que, mesmo à margem da economia açucareira, existiu como um espaço econômico importante no âmbito do sistema colonial e da economia baiana à época do Império.