Os números de ocorrências notificadas pelas polícias Civil e Militar na quinta e na sexta-feira de Carnaval demonstram uma queda nos casos de lesões corporais, rixas, furtos, porte e uso de drogas, pessoas detidas e apreensões de armas brancas.

O decréscimo mais expressivo é verificado nos casos de lesões corporais, que caíram de 108 para 56 nos dois primeiros dias da folia nos três circuitos (Campo Grande, Barra/Ondina e Pelourinho).

Os furtos também caíram de 292 para 214 e a quantidade de pessoas detidas nas ruas passou de 455 para 363. Não houve variação no número de ocorrências relacionadas ao tráfico de drogas (três em 2007 e este ano) e a apreensões de armas de fogo – apenas uma em 2007 e este ano.

Houve elevação, porém, no número de roubos, que subiram de 38 para 44, e nas prisões em flagrante – 16 este ano contra sete em 2007.

O aumento no número de prisões pode ser explicado pela atuação, pela primeira vez durante o Carnaval, de duas centrais de flagrante instaladas nos circuitos e responsáveis pelo registro do caso e lavratura da ocorrência no momento em que a pessoa detida chega ao local.

Comparativo

 

2007

2008

Homicídio

Tentativa de homicídio

1

1

Lesão corporal

108

56

Rixa

14

6

Furto

292

214

Roubo

38

44

Porte e uso de drogas

29

28

Tráfico de drogas

3

3

Apreensão de arma de fogo

1

1

Apreensão de arma branca

5

4

Detidos

455

363

Presos em flagrante

7

16