O Conselho Estadual de Alimentação já aprovou as contas da merenda escolar das escolas da rede estadual e deve encaminhar nesta terça-feira (26) o parecer ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A liberação dos recursos para 2008 depende exclusivamente da apresentação da prestação de contas coerentes e em tempo hábil. A aprovação ocorreu na segunda-feira (25), na Secretaria Estadual da Educação.

No encontro, o Conselho, que conta com representantes do poder executivo, legislativo, de representantes de pais, da sociedade civil, de professores quilombolas e da APLB – Sindicato, aprovou por unanimidade o parecer favorável da relatora Clovelita Maria Araújo. Para ela, a transparência na distribuição de recursos para os municípios pôde ser constatada em notas e documentos fiscais.

O programa de merenda escolar é financiado pelo Ministério da Educação, através do FNDE e somente em 2007, recebeu mais de R$ 19 milhões, recursos que beneficiaram mais de 4 mil estudantes na capital e interior da Bahia.