O Observatório Virtual, uma das novidades da décima terceira montagem do Núcleo de Teatro do Castro Alves, já pode ser acessado por qualquer pessoa na Internet pelo site observatorio.tca.ba.gov.br. A montagem em questão é a peça “Policarpo Quaresma”, uma adaptação do clássico romance de Bruno Barreto “O triste fim de Policarpo Quaresma” (1915), com direção de Luiz Marfuz. O projeto é o vencedor do Edital de Montagem lançado no ano passado pela Secretaria de Cultura do Estado.

Navegando pelo Observatório, os interessados terão uma variedade de links, como agenda, notícias, fotos, vídeos, fórum, cadastre-se e fale conosco. O desenvolvimento das oficinas, debates, ensaios, concepção de cenários, figurinos, iluminação e sonoplastia estarão no suporte eletrônico, como forma de envolver o público com o espetáculo, mesmo antes da estréia prevista para o final deste semestre, na Sala do Coro do TCA.

“Herói trágico” – O escritor Afonso Henrique de Lima Barreto (1881-1922), natural do Rio de Janeiro, lançou o romance “O triste fim de Policarpo Quaresma” em 1915, no Pré-Modernismo. Com uma visão crítica e linguagem simples, deu a sua contribuição para a Literatura Brasileira. O livro narra os anos conturbados da primeira República, com movimentos militares, revoltas e violentas perseguições. O personagem central, o major reformado Policarpo Quaresma, é um patriota extremado, nacionalista que sonha com um Brasil grandioso. É um herói trágico que, às custas da própria vida, descobre a realidade do seu país. A obra foi levada ao cinema em 1998, pelo diretor Paulo Thiago, com o filme “Policarpo Quaresma – Herói do Brasil”.